Lorde inglês renuncia após vazar vídeo no qual cheira cocaína com prostitutas

Sewel diz às prostitutas que quer ser levado 'para o mau caminho' e que gostaria de uma 'jovem asiática' com eles

Por O Dia

Inglaterra - O britânico John Sewel, membro da Câmara dos Lordes do Reino Unido, renunciou ao cargo neste domingo e está sendo investigado depois de ser divulgado um vídeo no qual é visto cheirando cocaína com uma nota de cinco libras acompanhado de várias prostitutas. Lorde Sewel, que foi aliado do antigo primeiro-ministro Tony Blair, apresentou sua renúncia depois que o jornal "The Sun" divulgou neste domingo o vídeo, e agora será investigado pelos fatos. 

Sewel ainda aparece comentando como acha que o premiê britânico David Cameron é "o primeiro-ministro mais superficial que já existiu". "Ele firma vários compromisso e não cumpre. É burrice", afirmou Sewel sobre a política de imigração de Cameron. "Ele não é um bom primeiro-ministro", finalizou. 

O político escocês, de 69 anos, antigo ministro da Agricultura no governo trabalhista de Tony Blair, aparece no vídeo dizendo às prostitutas que queria que elas o levassem "para um mau caminho". Além disso, Sewel, na gravação, comenta às mulheres, que cobraram 200 libras (282 euros), que teria gostado se tivesse "uma jovem asiática".

Lorde Sewel foi flagrado cheirando cocaína em vídeo Reprodução Internet/ The Sun

"Poderíamos ter usado uma jovem asiática para esta noite. Quando vou no metrô vejo umas magras e atraentes. Parece que são inocentes, mas sei que são putas", assegura o escocês.

A presidente da Câmara dos Lordes, a baronesa Frances D'Souza, qualificou de "inaceitável e impactante" a notícia e afirmou que levará o caso à Polícia Metropolitana (MET).

"A Câmara dos Lordes seguirá mantendo seus padrões de vida pública e não tolerará que estes mesmo sejam deixados de lado. Estas acusações tão extremamente graves e serão remetidas ao comissário da Câmara dos Lordes e à Polícia Metropolitana para que sejam investigadas com urgência", assinalou D'Souza.

O jornal "The Sun" assegura que a gravação foi realizada no apartamento de Sewel, casado e com quatro filhos, no Dolphin Square, bairro de Westminster, perto da sede da Câmara dos Lordes.

*Com informações da EFE

Últimas de _legado_Mundo e Ciência