Por clarissa.sardenberg

Estados Unidos - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, completou 54 anos nesta terça-feira e recebeu as felicitações de seu homólogo russo, Vladimir Putin. Apesar de não revelar o conteúdo do telegrama, o Kremlin confirmou o envio de mensagem pela data. Os dois países estão envolvidos em uma série de sanções políticas e econômicas pela suposta ajuda dos russos aos rebeldes ucranianos.

Em uma grande fase de seu poder político, Obama vem fechando uma série de acordos históricos com nações "inimigas" e promovendo uma série de reformas internas - mesmo sem ter a maioria no Congresso.

Obama e Putin%3A Relações entre EUA e Rússia têm sido mais complicadas por causa de sanções%2C mas líder russo lembrou de parabenizar americano pelo aniversário Reuters

Em dezembro, o mandatário anunciou a retomada das negociações diplomáticas com Cuba - rompidas há mais de 50 anos. Obama também foi peça fundamental no fechamento de um acordo nuclear com o Irã, em uma negociação que demorou mais de uma década para chegar a uma solução.

Recentemente, Obama foi o primeiro líder de seu país a discursar na assembleia da União Africana e criticou duramente as ditaduras políticas que existem no continente.

Internamente, o democrata aprovou leis que beneficiam imigrantes ilegais e que reformam todo o sistema de saúde do país. Além disso, anunciou um dia antes de seu aniversário, o plano mais ambicioso de um presidente norte-americano sobre o clima: cortar em 32% o nível nas emissões de gases tóxicos na atmosfera.

Apesar disso, Obama ainda não conseguiu cumprir duas de suas promessas eleitorais: o fechamento da prisão de Guantánamo e a reforma fiscal, que aumentaria a taxa de impostos para os ricos e aliviaria o peso fiscal sobre a classe média e os mais pobres.

Você pode gostar