Por clarissa.sardenberg

Síria - Militantes do Estado Islâmico sequestraram ao menos 230 pessoas, entre elas dezenas de famílias cristãs, após tomarem uma cidade estratégica na província síria de Homs, informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

O grupo que monitora a guerra na Síria e tem sede na Grã-Bretanha, informou que alguns cristãos foram retirados de uma igreja em Qaryatain, cidade capturada após confrontos intensos com o Exército sírio.

Qaryatain fica perto de uma rodovia que liga a cidade de Palmyra às montanhas de Qalamoun, junto à fronteira com o Líbano.

O Estado Islâmico matou membros de minorias religiosas e muçulmanos sunitas que não juraram aliança ao "califado" autodeclarado. Eles também consideram cristãos como infiéis.

Grupo Estado Islâmico é conhecido por cometer atrocidades com prisioneirosReprodução Internet


Você pode gostar