Isarel detém suspeitos do incêndio que matou bebê de 18 meses

Segundo as forças de segurança palestinas, quatro colonos judeus atearam fogo à casa onde vivia a família Dawabcheh

Por O Dia

Jerusalém - Israel anunciou hoje a detenção de vários suspeitos do incêndio de uma casa palestina na Cisjordânia que provocou a morte de um bebê de 18 meses e do pai. Segundo a polícia, os suspeitos foram detidos na Cisjordânia em meio à investigação aos acontecimentos que ocorreram em Duma, cidade onde ocorreu o ataque.

A polícia não informou o número de suspeitos detidos. O pai do bebê morreu na última sexta-feira. Saad Dawabcheh não resistiu às queimaduras e morreu no hospital israelense onde havia sido internado.

Segundo as forças de segurança palestinas, quatro colonos judeus atearam fogo à casa onde vivia a família Dawabcheh. A mulher de Saad e o filho mais velho, de 4 anos, ainda estão hospitalizados.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência