Mãe atirou filho recém-nascido pela janela diz que ele estava 'possuído'

Bebê de três semanas caiu de uma altura de 12 metros. Mulher confessou o crime e pode pegar prisão perpétua

Por O Dia

Nova York - A mulher de 21 anos acusada de jogar o filho recém-nascido da janela do quarto andar disse à polícia que o filho estava "possúido por um espírito malígno" e que matou para livrá-lo das dores. O crime bárbaro aconteceu na sexta-feira. A confissão de Rashida Chowdhury aparece em documentos judiciais publicados nesta segunda-feira pela imprensa dos EUA.

Segundo as autoridades locais, o bebê de apenas três semanas estava doente e morreu na queda de mais de 12 metros. A mãe foi submetida à avaliação psiquiátrica e depois presa, sem opção de pagamento de fiança. Ela foi acusada de homicídio e pode ser condenada à prisão perpétua.

"Trata-se de um caso realmente horrível e perturbador de uma mãe acusada de matar um bebê indefeso", disse Richard Brown, promotor responsável pelo caso.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência