Mais de mil imigrantes são resgatados em travessia no Mediterrâneo

Procedentes do litoral norte-africano, eles viajavam a bordo de sete embarcações

Por O Dia

Roma - Um total de 1.552 imigrantes, procedentes do litoral norte-africano, foram resgatados nesta segunda-feira no Mar Mediterrâneo, quando tentavam chegar à Itália. Segundo um comunicado da Guarda Costeira do país, as pessoas foram socorridas em sete operações diante do litoral da Líbia, onde a maioria dos imigrantes chegam à Itália como porta de entrada para a Europa. 

Os imigrantes resgatados viajavam a bordo de sete embarcações. Em uma das operações foram socorridas 775 pessoas, com 196 mulheres e 40 menores. No dispositivo da Central Operacional da Guarda Costeira no Ministério das Infraestruturas e Transportes, em Roma, foram utilizadas embarcações do programa de vigilância marítima comunitária Triton. 

Mais de mil imigrantes da Líbia foram resgatados em travessia no Mediterrâneo tentando chegar à ItáliaEfe

A Marina Militar italiana divulgou ainda imagens de algumas operações, nas quais é possível ver barcos com centenas de imigrantes amontoados. Depois, eles foram resgatados por equipes, que lançaram coletes salva-vidas. Nas imagens também é possível ver que alguns dos imigrantes resgatados são crianças.

A Itália registra a chegada de uma onda de imigrantes procedentes do norte da África, que veem o país como entrada para outros lugares da Europa. De acordo com dados da Organização Internacional de Migrações (OIM), 2 mil pessoas tentando atravessar o Mediterrâneo.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência