Explosão mata centenas na Nigéria

Atentado deixou pelo menos 50 vítimas em mercado. Grupo extremista Boko Haram é o principal suspeito do ataque

Por gabriela.mattos

Nigéria - Um atentado a bomba em um mercado lotado no nordeste da Nigéria com as marcas do Boko Haram matou cerca de 50 pessoas nesta terça-feira, disseram fontes locais.

A explosão aconteceu perto das 13h30 do horário local na cidade de Sabon Gari, no Estado de Borno, berço do grupo militante islâmico. “Até agora 52 pessoas estão feridas, 47 mortos foram removidos do mercado”, relatou Umar Kidda, membro de um grupo civil de justiceiros, à Reuters por telefone.

Kidda, que testemunhou a remoção dos corpos, afirmou que o mercado estava movimentado no momento da detonação. Uma fonte militar que não quis se identificar disse que cerca de 50 pessoas foram mortas.

O Boko Haram já matou milhares de pessoas durante sua campanha armada de seis anos, cuja meta é criar um Estado islâmico no nordeste nigeriano.

De acordo com uma estimativa da Reuters, mais de 600 pessoas perderam a vida nos ataques com armas de fogo e bombas dos insurgentes desde que o presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, tomou posse em 29 de maio prometendo acabar com a facção.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia