Para evitar travessia de imigrantes, fronteira com a Grécia é reforçada

Governo da Macedônia quer impedir que as milhares de pessoas cheguem até a Hungria

Por O Dia

Macedônia - O governo da Macedônia decidiu reforçar a segurança na fronteira com a Grécia para impedir o trânsito de milhares de imigrantes que tentam atravessar o seu território para chegar até a Hungria.

Ivo Kotevski, porta-voz da polícia do país balcânico, disse que o Exército patrulhará a partir desta quinta-feira 50 km de divisa que separam as duas nações. "Essa medida foi introduzida para garantir a segurança dos macedônios que vivem nas áreas fronteiriças e para assegurar um melhor tratamento aos imigrantes", afirmou.

Skopje estima que cerca de 1,5 mil pessoas consigam entrar todos os dias na nação de forma ilegal a partir da Grécia. Apenas em julho, foram 39 mil clandestinos - em sua maioria sírios - cruzando a divisa, o dobro do mês anterior.

Muitos dos indivíduos que desembarcam na ilha grega de Kos têm como objetivo atingir a Macedônia, onde esperam pegar um trem superlotado para a Sérvia. Lá, os imigrantes tentam alcançar a União Europeia novamente através da Hungria. A Grécia também faz parte da UE, mas está separada dos Estados mais ricos do bloco pelos países balcânicos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência