Falsos médicos mutilam pênis de homem que queria aumentar o órgão

Suspeitos foram presos. Paciente, de 55 anos, tinha pagado o equivalente a R$ 9 mil pelo procedimento

Por O Dia

Miami - Um homem, de 55 anos, foi a uma clínica aumentar o pênis, mas acabou tendo o seu órgão sexual mutilado. O atentado foi cometido por dois falsos médicos, que foram presos nesta quarta-feira, em Miami, nos Estados Unidos. Sem ter a identidade revelada, o paciente tinha pagado o equivalente a R$ 9 mil pelo procedimento.

Falsos médicos mutilam homem que queria ter o pênis aumentadoDivulgação/Miami Police Department

Segundo a rede CBS, o homem havia procurado por Nery Carvajal-Gonzalez para fazer uma cirurgia de aumento peniano. A falsa médica já havia feito outras pequenas intervenções cirúrgicas no paciente. Durante este tratamento mais recente, ele sofreu um vazamento durante a operação, mas decidiu continuar no procedimento.

Depois, o órgão teve um novo problema e as substâncias utilizadas por Nery desfiguraram o pênis permanentemente. Para resolver o mal, ela resolveu procurar Mark Schreiber, outro falso médico. Mas a situação piorou. E, ao tirar os curativos, o homem percebeu que o seu membro estava deformado.

De acordo com a polícia local, Mark já havia passado dois anos preso por exercício ilegal de medicina.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência