Dezenas de refugiados morrem asfixiados em caminhão na Áustria

Veículo com pelo menos 50 corpos foi abandonado em estrada na fronteira com a Hungria. Polícia denuncia 'tráfico humano'

Por O Dia

Áustria - Cerca de 50 refugiados, cujas nacionalidades por enquanto são desconhecidas, morreram asfixiados quando viajavam de forma ilegal pela Áustria em um caminhão frigorífico, informou nesta quinta-feira a Polícia. Os corpos foram encontrados em um caminhão estacionado em uma estrada, entre o lago Neusiedl e a cidade de Parndorf, no Estado federado de Burgenland, na fronteira com a Hungria.

"Não podemos dizer ao certo quantos estavam lá (no caminhão). Imaginamos que entre 20 e 50 pessoas morreram", disse o chefe da polícia, Hans Peter Doskozil, acrescentando que seriam refugiados. 

Equipe forense vistoria caminhão onde foram achados os corpos dos refugiadosReuters

A Polícia montou uma operação para encontrar o motorista do veículo, do qual não se tem nenhum rastro. O veículo, de origem eslovaca, chamou a atenção dos agentes porque estava há várias horas parado na beira da estrada.

"Esta tragédia comoveu a todos nós", declarou a ministra do Interior, Johanna Mikl-Leitner, em entrevista coletiva na cidade de Eisenstadt. "Os traficantes de pessoas são criminosos", acrescentou Johanna, prometendo fazer todo o possível para encontrar os responsáveis.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência