Por gabriela.mattos

Líbia - Um carro-bomba explodiu nesta segunda-feira, em Trípoli, capital da Líbia, perto de um edifício da estatal italiana de petróleo ENI. O prédio é ocupado pela joint venture Mellitah Oil and Gas, controlada pela empresa de Roma. No entanto, os verdadeiros alvos do ataque seriam as embaixadas de Arábia Saudita e Argélia, que ficam na mesma área.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido no incidente e nenhum edifício foi seriamente danificado. Segundo o jornal "Libya Herald", o atentado foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que vem conquistando espaço no país africano.

Você pode gostar