Por clarissa.sardenberg

Estados Unidos - A marca Pee Wee Pumps criou uma polêmica e tanto ao divulgar em seu site sapatos de salto alto para bebês. Especializada em sapatos "fashionistas", a marca, que tem sede na Pensilvânia, nos Estados Unidos, resolveu expandir sua linha para bebês de 0 a 6 meses, mas acabou sendo acusada de sexualizar crianças que nem ao menos começaram a engatinhar.

Bebês de salto alto revoltaram mães e internautas Divulgação

Indignadas, algumas mães revelaram que não estão nem um pouco interessadas que seus bebês usem peças que remetem a um símbolo sexual. Nas redes sociais, internautas também levantaram a questão de estereótipos de gênero reafirmada através do sapato.

No entanto, segundo o tabloide "The Sun", Pee Wee Pumps já vendeu mais de mil pares do modelo nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Pee Wee Pumps gerou polêmica e foi acusada de sexualizar bebês após lançar sapato de salto infantil Divulgação

A marca se defendeu dizendo que “mães fashionistas adoram vestir suas meninas com as roupas lindas e estão sempre procurando o sapato perfeito". "Agora elas encontraram! Nossos sapatos são exatamente como par de sapatos favorito da mamãe, mas em miniatura. Pee Wee Pumps será a primeira peça fashion de sua filha”, divulgou em seu site.

“Vale a pena lembrar que o salto alto foi feito para que a mulher seja sexy”, reiterou uma autora de livros infantis, Rebecca Hains. A autora foi além e explicou que usar sapatos como esses pode fazer com que a criança aprenda que seu valor primário vem de sua aparência e não de quem é.


Você pode gostar