Jornalista é morta na Colômbia

Flor Alba Núñez, de 25 anos, foi baleada na cabeça em frente à emissora em que ela trabalhava

Por O Dia

Colômbia - Uma jornalista foi assassinada nesta quinta-feira por um pistoleiro em uma cidade do sudoeste da Colômbia, o terceiro profissional de comunicação morto violentamente no país sul-americano até agora neste ano, afirmou a Polícia Nacional.

Flor Alba Núñez, de 25 anos, morreu depois de ser baleada na cabeça em frente à emissora em que trabalhava na cidade de Pitalito, no departamento de Huila.

A jornalista, que também era correspondente de um jornal e de um canal regional de televisão, havia publicado fotografias e informações fornecidas pela polícia sobre uma quadrilha criminosa, motivo pelo qual foi ameaçada, disseram seus colegas.

O pistoleiro fugiu em uma moto. A polícia não deu detalhes sobre os motivos do assassinato.

Em meados de fevereiro, outro jornalista proprietário de uma emissora de rádio foi morto a tiros em um vilarejo na região florestal de Caquetá. Em março, um repórter morreu em circunstâncias similares no departamento de Valle del Cauca.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência