Quase metade dos colombianos teme guerra com a Venezuela, diz pesquisa

De acordo com levantamento, 20% dos entrevistaram estão receosos que colombianos sejam expulsos do país

Por O Dia

Colômbia - Quase metade dos colombianos teme que a desavença diplomática iniciada no mês passado, quando a Venezuela fechou várias passagens de fronteira e deportou milhares de colombianos, possa levar a uma guerra, mostrou uma pesquisa nesta terça-feira.

De acordo com o estudo, 43% dos entrevistados para uma pesquisa do instituto Cifras y Conceptos e divulgada pela Rádio Caracol e a Red + Notícias disseram temer que a crise possa desencadear um conflito militar entre os dois países. Já 20% afirmaram estar receosos de que mais colombianos sejam expulsos da Venezuela.

Os vizinhos sul-americanos podem romper as relações diplomáticas, disseram 19%, enquanto 13% acreditam que os venezuelanos podem trocar seu país pela Colômbia. As duas nações compartilham uma fronteira longa e porosa assolada pelo tráfico de drogas, por paramilitares, guerrilhas de esquerda e contrabandistas.

51% dos entrevistados disseram que o presidente da Colômbia%2C Juan Manuel Santos%2C está lidando muito bem com a criseReuters

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, atribuiu muitos dos problemas da Venezuela, que sofre uma recessão, aos colombianos. Maduro interditou grandes pontos de cruzamento e deportou 1.400 colombianos em agosto no que afirmou ser uma operação de repressão ao contrabando e ao crime. Desde então, até 18 mil colombianos deixaram a Venezuela.

Os opositores de Maduro afirmam que ele está usando os vizinhos como bode expiatórios para distrair a população da crise econômica.

Mais da metade das 3.848 pessoas entrevistadas, ou 51%, disseram que o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, está lidando bem ou muito bem com a crise, e 47% declararam que seus esforços são insuficientes.

O levantamento tem uma margem de erro de 2,6 pontos percentuais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência