Cuba tem primeiro embaixador nos Estados Unidos após 50 anos

Países ficaram sem relações diplomáticas desde 1961. Governo norte-americano ainda nomeará embaixador em Cuba

Por O Dia

Havana - O veterano diplomata José Cabañas se tornou nesta quinta-feira o primeiro embaixador de Cuba nos Estados Unidos em 54 anos, graças à recente reaproximação entre os ex-rivais da Guerra Fria, informou Havana.

Cabañas, que cuidou da embaixada de Havana em Washington, ou "Seção de Interesses", desde 2012 e se tornou encarregado das relações quando estas foram formalmente restauradas em 20 de julho, apresentou suas credenciais ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"A cerimônia ocorreu no escritório oval da Casa Branca, local do escritório presidencial, no meio de um dia em que o líder norte-americano recebeu 16 novos embaixadores", informou a embaixada cubana em nota.

"A acreditação do embaixador cubano nos Estados Unidos é um passo no processo para normalizar relações entre ambos países", acrescentou, dizendo que Cabañas e Obama discutiram as relações estatais bilaterais.

Washington ainda irá nomear um embaixador em Cuba.

Os países ficaram sem relações diplomáticas formais desde 1961, dois anos após a revolução que levou o ex-presidente Fidel Castro ao poder.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência