Por gabriela.mattos

Havana - Alex Castro, filho de Fidel Castro e autor das únicas fotos que documentam o encontro de domingo entre o líder cubano e o papa Francisco, afirmou nesta segunda-feira à Agência Efe que tudo transcorreu de maneira "muito familiar e relaxada", como se ambos "se conhecessem a vida toda".

Papa Francisco e Fidel Castro se reuniram neste domingo%2C em HavanaEfe

Sobre a conversa que tiveram durante o encontro que durou cerca de 40 minutos, Alex Castro comentou que não prestou atenção ao que falavam porque estava concentrado em "captar o momento, não em escutar". "Se você escuta conversas alheias pode informar-se sobre coisas que preferiria não saber", acrescentou em tom de brincadeira.

LEIA MAIS: Fidel Castro se encontra com Papa Francisco em Havana

LEIA MAIS: Milhares de cubanos assistem missa de Papa Francisco em Havana

Embora não tenha dado detalhes da conversa entre Francisco e Fidel, que se viram pessoalmente pela primeira vez, Alex Castro destacou que em sua atitude se vê que o papa é "muito humilde e próximo" e que ele gosta de "brincar" e quebrar o protocolo.

"Isso é o que o torna ainda mais líder. E acredito que tem a ver com o fato de que seja latino", comentou Alex Castro, que disse que em dezembro apresentará um livro com uma coleção de fotografias inéditas de seu pai feitas nos últimos cinco anos.

O site oficial Cubadebate publicou hoje uma série de dez fotografias do encontro, todas elas de Alex Castro, mas no domingo mesmo, poucas horas depois da reunião, já havia sido divulgada uma dessas imagens, na qual se vê um aperto de mãos entre Francisco e Fidel.

Você pode gostar