Congresso Todos Juntos Contra o Câncer amplia debate sobre a doença

Evento, que começa nesta sexta-feira, pretende mapear as melhores práticas no controle do câncer

Por O Dia

São Paulo - Começa nesta sexta-feira, 25, o 2º Congresso Brasileiro Todos Juntos Contra o Câncer, em São Paulo. Promovido pela Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale), o evento vai reunir profissionais, instituições e autoridades de saúde para fomentar o debate sobre o câncer no Brasil.

Os principais objetivos do evento são discutir a implementação da Política Nacional do Câncer, mapear as melhores práticas no controle da doença e ampliar a exposição do segmento em todo o país.

Assuntos de relevância para a área oncológica serão levadas a debate pela Fundação do Câncer no primeiro dia do congresso. Um painel marcado para as 14h vai abordar a importância da conscientização da sociedade sobre as etapas do transplante de medula óssea. O gerente de relacionamento da Fundação e do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), Alexandre José Almada, coordenará a mesa.

“A finalidade do Redome é encontrar doadores não aparentados para aqueles pacientes que precisam de transplante de medula óssea e não encontraram doadores na família. Na última década, o banco saltou de 700 mil para cerca de 3,8 milhões de cadastros de candidatos à doação, graças a uma rede colaborativa de hemocentros por todo o país, centros de transplante, laboratórios especializados e ao apoio de associações que ajudam na divulgação”, diz Almada.

Às 16h30,  o epidemiologista consultor médico da Fundação do Câncer Alfredo Scaff coordena um painel que pretende refletir sobre como organizar uma rede pública de atenção oncológica eficiente. “Com o envelhecimento da população, vai aumentar consideravelmente o número de casos de câncer. Os planos de atenção oncológica traçam diagnósticos de como organizar a rede pública, considerando quanto cada governo pode gastar. O objetivo é que estados e municípios estabeleçam metas para desenvolver a educação preventiva, garantir diagnóstico e tratamento precoces e os cuidados paliativos, de acordo com suas características demográficas”, diz Scaff. 

O congresso será na Avenida das Nações Unidas, 12551, Brooklin Novo. Mais informações e a programação completa podem ser obtidas no site https://todosjuntoscontraocancer.com.br/2congresso/.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência