Atentado suicida deixa pelo menos 15 mortos em jogo de vôlei no Afeganistão

Os talibãs negaram sua participação na ação e se ampararam no fato de que 'nenhum alvo militar' estava presente

Por O Dia

Afeganistão - Pelo menos 15 pessoas morreram, entre elas várias crianças, e outras 45 ficaram feridas em um atentado suicida cometido neste domingo durante um jogo de vôlei na província de Paktika, no sudeste do Afeganistão.

O ataque aconteceu no final da tarde na cidade de Shegani, onde um grande número de pessoas assistiam à partida final de um campeonato, explicou um parlamentar de Paktika, Nadar Khan Katawazai. "O número de vítimas pode aumentar, já que centenas de jovens espectadores estavam reunidos ali para ver o jogo", acrescentou o parlamentar.

Uma fonte das forças de segurança que preferiu manter o anonimato detalhou à Agência Efe que todos os feridos, alguns deles em estado crítico, foram transferidos a um hospital da capital provincial, Sharana. O porta-voz do Ministério do Interior afegão, Sediq Sediqqi, garantiu em sua conta no Twitter que se tratou de um ataque suicida.

Os talibãs negaram sua participação na ação e se ampararam no fato de que "nenhum alvo militar" estava presente, em linha com sua habitual postura de evitar assumir a morte de civis. Em sua conta no Twitter, o porta-voz do grupo insurgente, Zabihullah Mujahid, garantiu que estes tipos de ações são obra de "círculos inimigos" com fins propagandísticos contra os talibãs.

Em novembro do ano passado, outra cidade de Paktika sofreu um atentado muito similar que deixou 57 mortos e dezenas de feridos durante outra final de vôlei, uma ação que o governo afegão atribuiu à rede terrorista Haqqani.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência