Por gabriela.mattos

Japão - O primeiro-ministro do Japão disse nesta terça-feira que seu país vai fornecer US$ 1,56 bilhão para ajudar sírios e iraquianos deslocados pelo conflito e para a construção da paz no Oriente Médio e na África.

Shinzo Abe afirmou na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) que o Japão vai aumentar sua assistência para os refugiados e deslocados internos de Síria e Iraque este ano para cerca de US$ 810 milhões, três vezes a quantia fornecida no ano passado.

O premiê acrescentou que o Japão também dará cerca de US$ 750 milhões para os esforços de construção de paz no Oriente Médio e na África.

Além da ajuda, o Japão vai gastar US$ 2 milhões em novas medidas de ajuda para o Líbano e US$ 2,5 milhões em assistência humanitária para os países adjacentes à União Europeia que lidam com um fluxo de imigrantes, incluindo a Sérvia e a antiga república iugoslava da Macedônia.

"Eu gostaria de olhar diretamente para o fato de que por trás dos refugiados encontramos um número muito maior de pessoas que são incapazes até mesmo de fugir e se tornar refugiados", disse Abe.

Você pode gostar