Por clarissa.sardenberg

Taiwan - A passagem do tufão Dujuan, que deixou dois mortos e 324 feridos, além de ter causado o desaparecimento de seis montanhistas, causou uma onda de devastação em sua passagem por Taiwan, informou nesta terça-feira o Centro Operacional de Emergências do arquipélago taiwanês.

Um homem de 70 anos morreu em Nova Taipé por ferimentos na cabeça depois que foi arrastado pelo vento, enquanto um trabalhador da cidade de Taichung, no centro de Taiwan, ao cair de uma obra em construção, segundo a mesma fonte.

Moradores de Taiwan têm dificuldade para se locomover dentro da cidade após pasagem de tufão Reuters

Os ferimentos nas 324 pessoas foram causados pela queda de letreiros, cercas de propaganda e vidros, que foram arrastados pelo vento, e também por acidentes de trânsito, acrescentou o centro de gestão de emergências.

Mais de um milhão de famílias sem água e eletricidade por causa do fenômeno, além de interditar estradas e interromper o tráfego aéreo e ferroviário. Partes das fachadas de edifícios e letreiros de estabelecimentos se desprenderam com a força dos ventos, enquanto várias plantações e jardins ficaram devastados pela passagem do tufão Dujuan.

O ciclone também causou o cancelamento de duas apresentações da banda americana Bon Jovi, assim como as atividades trabalhistas e educativas na maior parte de Taiwan nesta segunda e terça-feira. O tráfego ferroviário e aéreo começou a ser reestabelecido nesta terça, mas ainda não chegou a uma situação de normalidade.

Os centros de emergência ativados pelo governo central de Taiwan e pelos governos locais, além de cerca 24 mil militares, continuam em alerta, depois de terem colaborado nos trabalhos de evacuação de milhares de pessoas.

O tufão, que tocou terra em Taiwan durante a tarde de ontem, chegou nesta terça-feira à província de Fujian, no sudeste da China, onde as autoridades ordenaram que 32 mil embarcações pesqueiras permanecessem nos portos e declararam alerta máximo. As fortes chuvas na região já deixaram mais de 370 mil famílias sem luz, enquanto 103 voos em aeroportos da província de Fujian e 200 viagens em trens de alta velocidade foram cancelados.

Você pode gostar