Jovem de 15 anos é condenado à prisão perpétua no Reino Unido

Ele planejou matar policiais. Na época, adolescente enviou mensagens a militantes jihadistas e planejava massacre

Por O Dia

Reino Unido - A pessoa mais jovem a ser condenada por terrorismo na Grã-Bretanha, um garoto de 15 anos, foi sentenciado a prisão perpétua, com pena mínima de 5 anos, após conspirar para matar policiais nas comemorações de um feriado nacional australiano.

O jovem, que na época tinha 14 anos e não pode ser identificado por conta de sua idade, teria enviado milhares de mensagens a militantes jihadistas e planejava um massacre.

O garoto, que morava na cidade de Blackburn, incitou jihadistas australianos a decapitar policiais durante a parada de Anzac Day, festividade que lembra australianos mortos durante a I Guerra Mundial.

Sentença foi ditada pelo tribunal de Manchester, Inglaterra, que definiu como "assustador" pensar que um jovem adolescente tenha sido tão "radicalizado" pela ideologia do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis). Os terroristas querem estabelecer um califado no Oriente Médio e punir com a morte aqueles que consideram "infiéis". 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência