Mulher é detida por tentar vender bebê pela Internet

Criança estava sendo vendida por um preço equivalente a 336 euros. Policiais disseram que bebê não era da anunciante

Por O Dia

África do Sul - Uma jovem foi detida nesta sexta-feira na África do Sul por colocar à venda um bebê de 19 meses em um popular site de anúncios classificados pelo preço de 5 mil rands (336 euros), informaram fontes da investigação.

"Olá, meu nome é anônima, de PMB (Pietermaritzburg), vendo a minha criança de 19 meses por 5 mil rands", dizia a mensagem publicada pela jovem, de 20 anos, que comparecerá perante um tribunal acusada de tráfico de pessoas.

Apesar do anúncio, realizado em 7 de outubro, a polícia confirmou que o bebê não é da anunciante. A criança está sob os cuidados de trabalhadores sociais.

"Estamos tentando estabelecer de onde vem o bebê e quais eram exatamente as intenções da mulher", disse o porta-voz policial Hangwani Mulaudzi, em declarações recolhidas pela emissora "Eyewitness News".

A jovem foi detida depois que outro usuário do braço sul-africano do portal internacional "Gumtree", no qual o anúncio foi publicado, a denunciasse perante a polícia.

Os responsáveis do "Gumtree" bloquearam a conta da suposta infratora, segundo garantiu a responsável de marketing no país austral, Claire Cobbledick.

Este site de classificados oferece informação sobre o aluguel e compra e venda de apartamentos, espaços comerciais e carros, além de trabalhos, roupa, produtos de eletrônica e animais de estimação.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência