Tiroteio deixa mortos em centro xiita na Arábia Saudita

Pelo menos cinco pessoas foram mortas no ataque. Atirador foi morto pela polícia

Por O Dia

Arábia Saudita - Um homem armado matou cinco pessoas em um ataque contra uma sala de reunião xiita na Arábia Saudita nesta sexta-feira, antes de ser morto a tiros pela polícia, disseram a emissora estatal Al Arabiya e um morador.

"Uma pessoa que abriu fogo em uma 'husseiniya' foi morta, e o agressor tinha cerca de 20 anos", relatou outra emissora gerida pelo governo, Al Ekhbariya TV, acrescentando que os motivos do atirador ainda não estão claros.

Um morador contatado por telefone disse à Reuters que o homem se aproximou da sala de reuniões na cidade oriental de Saihat em um táxi, mas foi parado em um posto de controle administrado por voluntários que protegem o local.

A polícia chegou e um tiroteio começou. Segundo o morador, várias pessoas ficaram feridas e o atirador morreu.

Um vídeo amador que teria sido filmado por ativistas dentro da sala mostrou os fiéis, incluindo crianças, correndo em direção à entrada ao ouvirem o som de tiros, antes de recuarem com medo.

O grupo militante sunita Estado Islâmico lançou uma série de ataques mortais dentro da Arábia Saudita nos últimos meses com o objetivo de estimular confrontos sectários na península Arábica e provocar a derrubada de dinastias que lideram Estados do Golfo.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência