Papa Francisco diz que está sensibilizado com drama dos refugiados

'A Igreja não os abandona', diz o pontífice

Por O Dia

Cidade do Vaticano - O papa Francisco prometeu ajudar as famílias dos "refugiados que caminham pelas estradas da Europa", durante a celebração da missa do Angelus, este domingo, a partir da janela do Palácio Apostólico no Vaticano.

A missa do Angelus teve orações pelos que fogem da fome e da guerraEfe

"A igreja não nos abandona", afirmou o sumo pontífice, que acrescentou estar sensibilizado com as imagens do drama dos refugiados: "Confesso que comparo as fotos dos fugitivos correndo pelas ruas da Europa à profecia do povo peregrino, uma realidade dramática de nosso tempo", disse.

Francisco acredita que estas famílias retiradas de suas terras “são pessoas em busca de dignidade, em busca de paz e continuam conosco, a Igreja não as abandona, porque fazem parte do povo que Deus quer libertar da escravidão e guiar rumo à liberdade", continuou.

O papa revelou que o encerramento do sínodo dos Bispos foi marcado por intensas orações pelos refugiados, que continuam chegando em massa à Europa. À pé, de trem ou em travessias dramáticas do mar Egeu, milhares de pessoas tentam penetrar em fronteiras fechadas à busca de uma oportunidade e de vida para seus filhos. As autoridades européias estimam que mais de 600 mil refugiados já entraram na Europa desde janeiro.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência