Café e mate entram na mira da OMS após bacon e salame

Muitos especialistas acreditam que existe uma ligação entre o consumo de bebidas quentes e a incidência de câncer

Por O Dia

Rio - Após as carnes processadas, como bacon e salame, terem entrado para a lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) de alimentos que podem causar câncer, o café, o mate e o chá agora estão na mira dos pesquisadores.  A notícia vai na contramão de um estudo que apontou que beber café poderia ajudar nas chances de sobreviver ao câncer.

A Agência para Pesquisas de Câncer (Iarc, na sigla em inglês) está investigando a ação da bebida no corpo humano e deve publicar um relatório no final de maio de 2016.  Atualmente, muitos especialistas acreditam que existe uma ligação entre o consumo de bebidas quentes e a incidência de câncer. Bebidas muito geladas também poderiam apresentar risco.

Café entrou na mira da OMSiStockphoto

Em agosto deste ano, um estudo divulgado pela publicação britânica ‘Journal of the Clinical Oncology’ revelou que o consumo habitual de café poderia aumentar as possibilidades de sobreviver ao câncer de cólon (parte do intestino grosso) e proteger os pacientes de reincidência desse tumor.

Grupo de cientistas descobriu que os pacientes que recebiam tratamento e que consumiam altas doses de café — quatro ou mais xícaras por dia — tinham cerca de 42% menos possibilidades de registrar reincidência da doença que aqueles que não consumiam a bebida. O estudo também mostrou como os pacientes que bebiam café tinham 33% menos possibilidades de morrer de câncer que os demais.

O benefício está relacionado à quantidade ingerida da bebida: o efeito era moderado no caso de duas a três xícaras por dia e quase nulo se for tomada uma xícara ou menos.

Carnes

No começo desta semana, a carne processada foi elevada ao "Grupo 1" de perigo, que inclui tabaco, amianto e fumaça de diesel. De acordo com a OMS, carnes vermelhas não processadas são menos perigosas, mas ainda assim "provavelmente carcinogênicas" e estão ligadas a casos de câncer de pâncreas e de próstata.

A Califórnia está examinando as novas descobertas da Organização Mundial de Saúde (OMS) para determinar se inclui a carne vermelha e alimentos como salsicha e bacon em uma lista de alerta sobre o câncer, o que pode resultar em uma batalha com a indústria da carne sobre a inclusão de avisos em rótulos. O estado norte-americano costuma estar na vanguarda das iniciativas orientadas para o consumidor, especialmente em matéria de agricultura. 

*Com informações da ANSA

Últimas de _legado_Mundo e Ciência