Papa Francisco afirma que nenhuma religião é imune ao fundamentalismo

Pontífice participou de encontro interreligioso realizado nesta quarta-feira, no Vaticano

Por O Dia

Vaticano - Durante um encontro interreligioso realizado nesta quarta-feira, no Vaticano, o papa Francisco declarou que nenhuma religião do mundo está imune ao fundamentalismo. O evento foi uma celebração pelos 50 anos da declaração "Nostra Aetate", promulgada por Paulo VI em 1965 para aproximar judeus e católicos.

"Por causa da violência e do terrorismo, se disseminou uma postura de suspeita e até de condenação em relação às religiões. Na realidade, ainda que nenhuma esteja imune ao risco de desvios fundamentalistas ou extremistas em indivíduos e grupos, é preciso olhar os pontos positivos que elas vivem e propõem", disse o Pontífice.

Papa Francisco afirma que nenhuma religião é imune ao fundamentalismoEfe

Além disso, Jorge Bergoglio ressaltou que o diálogo entre as crenças, baseado no respeito e na confiança, pode "semear o bem", sobretudo no serviço aos pobres, às crianças, aos idosos, aos imigrantes e aos excluídos em geral.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência