Pedidos de asilo ultrapassaram 1 milhão na Alemanha em 2015

Sírios lideraram solicitações, já que o país enfrenta uma das piores guerras civis, seguidos pelos afegãos e iraquianos

Por O Dia

Alemanha - Ao longo de todo o ano de 2015, a Alemanha recebeu mais de um milhão de pedidos de asilo de imigrantes, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério do Interior. Ao todo, foram 1.091.894 solicitações a Berlim, que decidiu modificar algumas normas de entrada ao país para conter a crise imigratória do ano passado, que foi considerada o maior deslocamento forçado desde o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Maior parte dos refugiados que entram na Europa querem ficar na Alemanha EFE

Os sírios lideraram os pedidos de asilo à Alemanha, já que o país enfrenta uma das piores guerras civis no Oriente Médio. Em seguida, vêm os afegãos e os iraquianos, depois os albaneses e os kosovares. As autoridades alemãs já estimavam receber mais de 1 milhão de imigrantes durante todo o ano.

Apesar de ser alvo de críticas pela sua política de acolhimento, a chanceler Angela Merkel adotou uma série de medidas e de discursos em prol da integração de imigrantes à sociedade.

"É do interesse da Alemanha, de olho no desafio de garantir acomodação e a integração dos refugiados à sociedade e ao mercado de trabalho. É do interesse da Europa, devido à situação interna e do papel do bloco. E é do interesse dos próprios refugiados, porque ninguém deixa seus lares sem pensar, não importa o motivo", disse a chanceler, em dezembro.

No fim do ano passado, Merkel foi eleita a personalidade do ano pela revista norte-americana Time, que elogiou a liderança da alemã na União Europeia frente à crise imigratória.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência