Por marina.rocha
Publicado 10/01/2016 19:43 | Atualizado 10/01/2016 19:45

Michigan - Com um autofalante em mãos, o americano William Cornelius Junior comoveu os clientes de um supermercado na cidade de Bay City, no Michigan (EUA), ao pedir sua namorada, Sheri Moore, em casamento. Só que poucas horas depois daquela cena, o casal acabou preso por furtos realizados momentos após o "sim" de Sheri.

Casal foi preso após roubo de artigos sexuais como tanga comestível e "doces eróticos"Divulgação

As alianças de William e de sua noiva deram lugar às algemas assim que a polícia recebeu o chamado de um shopping center nas proximidades – local para onde o casal foi logo após sair do supermercado. Os vendedores de uma sex shop suspeitavam que a dupla havia roubado diversos itens, incluindo uma tanga comestível e alguns brinquedos sexuais, conforme noticiou o jornal britânico "The Sun".

Sheri negou que tivesse roubado algo, mas a polícia afirmou que ela estava usando um colar de prata e brincos de ouro furtados do Walmart – justamente o supermercado no qual ela havia recebido o pedido de casamento.

Já William foi encontrado dormindo na praça de alimentação do shopping, onde os oficiais recuperaram a tanga comestível, calcinhas, um brinquedo sexual e "doces eróticos" – itens que juntos custavam cerca de R$ 320.

O homem de 25 anos de idade disse aos policiais que havia roubado os itens para comemorar o noivado com Sheri.

Você pode gostar