EUA pedem que grávidas não viajem para o Brasil por risco do Zika vírus

Alerta de viagem também se aplica a Colômbia, El Salvador, Guatemala e outros países da América Latina

Por O Dia

Estados Unidos - Autoridades de saúde dos Estados Unidos emitiram nesta sexta-feira um alerta de viagem a 14 países e territórios da América Latina e do Caribe, incluindo o Brasil, onde a infecção pelo vírus Zika é um risco. Os Centros para Prevenção e Controle de Doenças dos EUA alertaram particularmente mulheres grávidas a não viajarem para essas áreas, já que o Zika tem sido ligado a sérios problemas de nascença.

Casos de dengue aumentam 178% e matam 863 brasileiros em 2015

Vírus Zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, que também transmite dengue e chikungunyaFiocruz imagens

Além do Brasil, alerta de viagem se aplica a Colômbia, El Salvador, Guiana Francesa, Guatemala, Haiti, Honduras, Martinica, México, Panamá, Paraguai, Suriname, Venezuela e Porto Rico.

O vírus Zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, que também transmite dengue e chikungunya.

O Brasil fechou 2015 com o registro de 1.649.008 casos prováveis de dengue, número 178% maior que o de 2014. Os dados são do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde de 2015, publicado ontem. O documento também indica que, no período, foram confirmadas 863 mortes pela doença. Em 2014, foram 473 mortes.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência