Por clarissa.sardenberg

Irlanda - O executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou nesta segunda-feira a construção na Irlanda de um novo centro de dados da rede social, que entrará em funcionamento em 2018. As instalações, que abrigarão uma das "máquinas mais complexas já criadas", segundo Zuckerberg, serão construído em um terreno de quase 90 hectares que estima-se que tenha custado 200 milhões de euros (cerca de R$ 900 milhões). O local fica na na cidade de Clonee, perto de Dublin, onde o Facebook tem sua sede de operações internacionais desde 2008. 

Mark Zuckerberg terreno de quase 90 hectares que estima-se que tenha custado 200 milhões de euros Reprodução Facebook

Este será o sexto centro de dados da companhia americana no mundo todo e o segundo na Europa, após o de Lulea, na Suécia. O fundador do Facebook destacou que sua construção criará dois mil postos de trabalho diretos e indiretos e que empregará "dúzias" de pessoas de maneira permanente quando entrar em funcionamento.

"Os centros de dados oferecem todos os serviços para vocês. São algumas das máquinas mais complexas jamais criadas", explicou Zuckerberg em uma nota de imprensa. O Centro de Dados de Clonee será alimentado 100% com energias renováveis e usará um sistema de climatização natural que desaliniza o ar, devido à sua proximidade do Mar da Irlanda. "Estamos encantados de investir na Irlanda, de fazer parte da comunidade de Clonee e de construir este enorme infraestrutura que conectará nossa comunidade global", disse Zuckerberg. 

Você pode gostar