Reino Unido vai receber crianças separadas dos pais refugiados

Governo trabalhará com a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) para identificar 'casos excepcionais'

Por O Dia

Inglaterra - O Reino Unido vai receber refugiados menores de idade da Síria e de outras regiões em conflito que não tenham familiares ou que estejam vulneráveis, informou nesta quinta-feira o Ministério do Interior do país. O governo trabalhará com a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) para identificar "casos excepcionais" em que as crianças se beneficiariam se fossem levadas a outro país, acrescentou a fonte.

Reino Unido vai trabalhar junto com a ONU para detectar crianças que precisem de ajudaEFE

No entanto, o Reino Unido não receberá nenhum que tenha entrado na Europa, embora o governo vá fornecer 13 milhões de euros para ajudar crianças que estejam no continente europeu. O Interior ainda não divulgou números sobre a quantidade de crianças sem família que serão recebidos, mas serão adicionais aos 20 mil refugiados que o país prometeu aceitar daqui até o ano de 2020.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, recebeu pressões dos partidos da oposição para que aceite refugiados que entraram nos últimos meses na Europa, pois o governo disse que só serão recebidos dos campos de refugiados estabelecidos em regiões próximas à Síria. O Reino Unido ajuda financeiramente a Síria e países vizinhos que acolhem refugiados através de ONGs e agências da ONU.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência