Daniel Luiz, o motorista que conduz o único BRT biarticulado do Rio

Aos oito anos de carreira, condutor foi o escolhido para a função por conta da desenvoltura ao volante do veículo

Por O Dia

Rio - Aos 31 anos e oito na carreira, Daniel Luiz Souza da Silva, de 31 anos, se tornou o único a pilotar do biarticulado do BRT Rio. Um dos principais motivos foi a habilidade de entender e utilizar o sistema de freio do veículo, que é considerado um dos mais complexos desafios para os rodoviários."A distância, para iniciar a parada, tem que ser maior, pois o ônibus é pesado e requer mais tempo de frenagem. Porém, o processo é mais suave do que o coletivo convencional, pois os freios funcionam em conjunto com a caixa de marcha, que já é acionada", explicou o motorista, que ainda pediu à população que evite acidentes ao considerar a dificuldade maior de parar um BRT do que um coletivo tradicional. 

Daniel Luiz ressalta que o BRT biarticulado exige mais tempo para frenagemCarlos Moraes / Agência O Dia

O ônibus biarticulado do BRT tem 28 metros, capacidade para 270 passageiros e está circulando no corredor Transoeste, na linha Alvorada x Mato Alto, durante o horário de pico. Ao todo, seis motoristas estão treinados para dirigir o veículo, já prontos para os possíveis novos biarticulados, um deles deverá circular em breve. Mesmo diante de tamanho desafio, Daniel diz que vale a pena por causa de uma das grandes vantagens do sistema. "Depois de fazer a linha de ônibus convencional Riocentro x Praça XV, pegar trânsito pesado diariamente, não quero outra coisa além da faixa seletiva", empolga-se.   

 

Últimas de _legado_O Dia no Coletivo