Mário Augusto Jakobskind: Seis cidadãos do mundo

Homenagem a seis personalidades que prestaram relevantes serviços de utilidade pública à comunidade internacional

Por O Dia

Rio - Hoje, a partir das 18h, a Comissão de Defesa da Liberdade de Imprensa e Direitos Humanos da ABI, juntamente com os Sindicatos de Jornalistas do Estado e do Município do Rio, o Instituto Nova Democracia, o Sindipetro-RJ, o MST, o Grupo Tortura Nunca Mais-RJ e o Movimento Democracia Direta, homenageia seis personalidades que prestaram relevantes serviços de utilidade pública à comunidade internacional. Graças a elas, a opinião pública foi informada sobre espionagem por parte dos serviços de inteligência dos Estados Unidos em vários países, inclusive no Brasil.

Além disso, com a ação corajosa de um deles, o mundo ficou sabendo que Israel possui artefatos nucleares. Neste caso, as informações se tornaram públicas graças ao israelense Mordechai Vanunu. Depois de na década de 90 ter sido sequestrado em Londres pelo serviço secreto de Israel, ficou preso 18 anos, metade da pena em cárcere solitário. É um herói da paz. Os organizadores queriam Vanunu na solenidade e escreveram uma carta para a Embaixada de Israel, em Brasília — que foi simplesmente ignorada. Vanunu está sob vigilância, e o Estado decidiu processá-lo outra vez. O Estado, que se diz democrático, inventa histórias contra Vanunu.

Os outros cinco homenageados, arriscando suas vidas e o direito de ir e vir, revelaram a ação nefasta dos Estados Unidos em vários países. Por aqui, graças a Edward Snowden, Julian Assange e Gleen Greenwald, o que muitos já imaginavam acabou se confirmando, ou seja, que o Brasil está sendo mesmo vítima de espionagem por parte dos Estados Unidos.

Como heróis de um tipo de jornalismo voltado para a defesa dos direitos humanos e da cidadania, serão também homenageados o soldado Bradley Manning, atualmente Chelsea Elizabeth, e Aaron Swartz — este, por não resistir às pressões dos setores interessados em esconder fatos relevantes, acabou se suicidando aos 26 anos. Não pode ser esquecido.

Em suma, homenagem mais do que merecida a seis cidadãos do mundo a ser realizada na ABI.

Jornalista

Últimas de _legado_Opinião