Por bferreira

Rio - Criado em outubro de 2003, o Bolsa Família passou a fazer a transferência direta de renda para brasileiros com renda per capita inferior a R$ 70. No Rio, o Cartão Família Carioca da prefeitura tem um viés semelhante. Tais programas têm por objetivo possibilitar a ascensão social de milhões de pessoas. Mas criar oportunidades também é fundamental para o desenvolvimento desses cidadãos. Para tanto, foram criados cursos de qualificação profissional por meio do Pronatec. O governo federal anunciou que mais de um milhão de cadastrados no Bolsa Família estão inscritos nos cursos. Foram oferecidas mais de 541 modalidades, em 2.544 cidades do Brasil. Para a cidade do Rio, estão previstas 4500 vagas para capacitação profissional em 2014, em diversas áreas.

Essas oportunidades são fundamentais para promoção da mobilidade social e da conquista dos direitos do cidadão. Dar assistência imediata é muito importante, mas somente através do acesso à Educação e ao trabalho será possível promover verdadeiramente o desenvolvimento socioeconômico do país. Se forem oferecidas oportunidades para o seu desenvolvimento, a população não deixará de aproveitar, como comprovam os números do Pronatec.

Hoje, Dia do Trabalhador, devemos lembrar das inúmeras conquistas obtidas na luta por direitos nos últimos anos, mas não podemos esquecer que o acesso ao trabalho qualificado e formal é a forma mais digna de garantir o caminho para uma melhor qualidade de vida e sua independência.

Augusto Ribeiro é secretário municipal de Trabalho e Emprego

Você pode gostar