Hudson Braga: Arco, uma realidade

O Arco Metropolitano é a obra estratégica mais importante do estado nas últimas décadas

Por O Dia

Rio - Os estudos de ligação rodoviária entre a BR-040 (Rio-Juiz de Fora) e o Porto de Itaguaí tiveram início na década de 70. Desde então, a estrada “nunca passou de uma prioridade”. Passados mais de 40 anos, o governo Sérgio Cabral, em parceria com o governo federal, tirou do papel a rodovia, conhecida como Arco Metropolitano, que vai ligar os municípios de Itaguaí e Itaboraí nos seus 145 quilômetros, sendo quase metade de trecho novo, atualmente em fase final de construção.

Pronto, o Arco vai fazer a conexão das rodovias federais que passam pelo estado, além de estabelecer a ligação com o Porto de Itaguaí. Também vai desviar da Região Metropolitana do Rio parte do tráfego de ligação com as demais regiões do estado e do país, aliviando a sobrecarga de vias saturadas, como a Avenida Brasil e a Ponte Rio-Niterói. Além disso, vai possibilitar o acesso a terminais logísticos, com redução de tempo de viagem e custos de transporte, bem como a distribuição destas cargas nos mercados distribuidores.

O Arco Metropolitano é a obra estratégica mais importante do estado nas últimas décadas. Vai impulsionar a nossa economia e já vem atraindo muitas empresas para sua área de influência, e, consequentemente, gerando empregos, principalmente na Baixada, que vai se transformar em uma grande área de logística. Segundo estimativa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Energia e Serviços, os investimentos de empresas em municípios e distritos da Região Metropolitana em torno do Arco Metropolitano somam cerca de R$ 70 bilhões.

Pelo tempo que a população fluminense esperou por esse projeto, vamos implantá-lo com excelência, garantindo transporte de qualidade para todos, por muitos anos.

Hudson Braga é secretário estadual de Obras

Últimas de _legado_Opinião