Benito Paret: Legado do Mundial

O importante é que a Copa foi um sucesso, e até o presidente da Fifa, Joseph Blatter, a considerou a melhor já realizada

Por O Dia

Rio - Muito tem sido discutido sobre o chamado “legado da Copa”, sempre focado na infraestrutura (aeroportos, estradas, transporte) e nos possíveis rescaldos de turismo. Mas, além destes, um aspecto muito importante é a imagem externa do Brasil.

O descrédito quanto à nossa capacidade de executar a contento a Copa gerou grande ceticismo. A divulgação negativa chegava a supor a transferência do evento para outro país. Discutir os interesses que movimentaram este clima é desnecessário. O importante é que a Copa foi um sucesso, e até o presidente da Fifa, Joseph Blatter, a considerou a melhor já realizada.

Exageros à parte, vale avaliar os resultados econômicos que podemos obter. Viajantes brasileiros recém-chegados destacam a imagem positiva do Brasil no exterior. Os resultados virão com investimentos e, principalmente, respeito pelo que somos capazes de realizar, valorizando nossa indústria e capacidade tecnológica.

Cabe-nos aproveitar a onda favorável e fortalecer nossa atuação nos diferentes mercados. Sem desprezarmos os espaços conquistados com as commodities, colocar nossa capacidade de desenvolver novas tecnologias em destaque. Em especial a Tecnologia da Informação (TI), tão comentada nos triunfos de logística e segurança durante a Copa.

Esperamos do governo e das organizações empresariais um amplo debate sobre o tema, aproveitando, inclusive, o momento eleitoral que vivemos. É hora de elevarmos o nível da discussão para uma estratégia de longo prazo que contribua com o desenvolvimento do país. Este é o grande legado que todos esperamos!

Benito Paret é presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Rio

Últimas de _legado_Opinião