Adilson Pires: O Rio de São Sebastião

stamos longe do ideal, mas percebemos mudanças sensíveis com o trabalho com os usuários de crack, a população em situação de rua e nas ações de combate à miséria no município

Por O Dia

Rio - Derivado do grego, ‘sebastós’ significa ‘venerável’, ‘divino’. Celebrar São Sebastião é lembrar que tais adjetivos, tão referentes à nossa cidade, precisam da atenção diária de governantes e moradores para que continuem sendo pronunciados a plenos pulmões pelos milhões de visitantes. Em 2015, este 20 de janeiro tem um significado ainda mais especial, já que está atrelado ao aniversário de 450 anos da Cidade Maravilhosa. Ano em que os preparativos para o grande evento olímpico prometem muitas mudanças para que possamos construir o salto de qualidade de vida que todos almejamos.

Teremos a oportunidade de avançar em setores essenciais para a vida dos cariocas. Melhorias nos transportes, na Saúde, na habitação popular, com mais emprego e Educação. Na área social, destacamos o desenvolvimento de iniciativas que vêm transformando a vida de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade. Estamos longe do ideal, mas percebemos mudanças sensíveis com o trabalho com os usuários de crack, a população em situação de rua e nas ações de combate à miséria no município.

Assim como São Sebastião, nosso padroeiro, a preocupação em garantir direitos dos menos favorecidos, travar uma guerra contra o preconceito e a injustiça social, racial, sexual e religiosa é uma constante.

Acredito que nunca evoluímos tanto no campo social como nos últimos anos. A data de hoje nos remete à reflexão sobre a importância dessa caminhada e de nossos papéis nesse percurso. Se hoje comemoramos o Rio de São Sebastião, reforço a ideia de que a cidade é nossa todos os dias e tem que ser maravilhosa para todos.

Adilson Pires é vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Social

Últimas de _legado_Opinião