Por bferreira

Rio - Diante da mais grave crise hídrica da história do país, estados e municípios debatem medidas emergenciais, incluindo a possibilidade de racionamento de água já neste inverno. Ação que pode parecer extrema em regiões onde sempre houve abundância, mas, para moradores da Baixada Fluminense, parece até deboche. Há cidades em que a rede de distribuição é totalmente ineficaz ou inexistente. Caso de Nova Iguaçu. O irônico é que ‘iguaçu’ significa ‘água grande’. No entanto, milhares de moradores desse município sofrem com o problema da falta d’água, independentemente da época do ano.

Mesmo o Estado do Rio tendo a maior estação de tratamento do mundo, do Rio Guandu, milhões de litros de água tratada não chegam até Nova Iguaçu. Mas, a cada novo governo, a esperança de fartura é renovada, haja vista as sucessivas promessas de extensão não só da rede de água, mas da de tratamento de esgoto também. Então, o que falta para os discursos saírem efetivamente do papel? Comprometimento real com as prioridades da população.

É inadmissível que, em pleno século 21, os cidadãos de Nova Iguaçu e de outros municípios da Baixada Fluminense continuem renegados desse jeito. Saneamento básico é um direito de todos, não privilégio. Como a Cedae, sozinha, mostra-se lamentavelmente ineficiente, o caminho, já sinalizado em discurso pelo próprio governador Luiz Fernando Pezão, é investir nas parcerias com o setor privado. Há diversos exemplos bem-sucedidos, no próprio Estado do Rio, de cidades que seguiram esse caminho de PPPs ou até mesmo privatizaram completamente o serviço de água e esgoto.

A solução existe, e toda a população espera que seja colocada em prática com a urgência necessária. Para cada R$ 1 investido em saneamento, outros R$ 4 deixam de ser gastos em Saúde. Na Assembleia Legislativa, vou atuar para que Nova Iguaçu tenha o tratamento que merece e não seja renegada, como ocorre hoje. O cidadão iguaçuano, e de toda a Baixada Fluminense, precisa ter água e esgoto adequados.

Rogério Lisboa é deputado estadual pelo PR

Você pode gostar