Marcos Diaz: Dia de cooperação

A contribuição das cooperativas não está apenas em palavras, mas em ações efetivas e transformadoras cada vez mais fortes

Por O Dia

Rio - Atuando de forma que vai muito além de simples estratégia contra o desemprego, as cooperativas exercem o papel de promotoras do desenvolvimento econômico e social, contribuindo para a conscientização da população sobre a importância de se formar uma sociedade mais participativa e inclusiva. É nesse sentido o Sistema OCB/Sescoop-RJ lançou, este mês, o Dia de Cooperar 2015.

O evento vem para reforçar o papel e a doutrina do cooperativismo por meio da construção de uma sociedade mais justa e com equilíbrio das diversas forças sociais, pois o que importa para o cooperativismo são as pessoas, e não o capital. A expectativa para o Dia C é grande, já que no próximo dia 4 de julho acontece o evento, em nível nacional, onde estão previstas ações como a prestação de serviços sociais e de saúde, apresentações culturais e atividades esportivas e de lazer para jovens e adultos.

Somente ano passado a campanha teve a adesão de cooperativas de 24 estados, além do Rio, beneficiando 1 milhão de brasileiros. Para isso, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) mobilizou mais de 200 mil voluntários de 1.440 cooperativas. Em 2014, as ações no estado ajudaram mais de 13 mil pessoas e contaram com a adesão de 88 cooperativas de nove ramos, realizando quase cem ações.

De norte a sul do Rio, o cooperativismo deixou a sua marca. A população recebeu orientações sobre higiene bucal de integrantes da Uniodonto, aferiu a pressão arterial e seu índice glicêmico com a Coopidade, mediu a idade biológica em um aparelho que simula o envelhecimento em uma atividade oferecida pela Cooberj e viajou no mundo da fantasia através dos livros expostos pela Tupambaê. O que não faltaram foram ações e, neste ano, queremos ainda mais!

É nesse espírito que estamos nos preparando para fazer o Dia de Cooperar 2015 ainda maior do que o anterior e temos a certeza de que este dia se consolidará como o mais importante movimento de voluntariado do país podendo ultrapassar fronteiras. A forte presença das cooperativas nas comunidades no ano passado mostrou que nossa contribuição não está apenas em palavras, mas em ações efetivas e transformadoras cada vez mais fortes.

Marcos Diaz é presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ

Últimas de _legado_Opinião