Mais de 1.500 carteiras de trabalho emitidas aguardam seus donos

Documentos foram solicitados, mas continuam nos arquivos da Secretaria de Trabalho

Por O Dia

Rio - Cerca de 1.600 pessoas deixaram de buscar as carteiras de trabalho já emitidas desde 2003 pela Secretaria de Estado de Trabalho e Renda do Rio (Setrab). Como os documentos estão se acumulando nas prateleiras, a Secretaria decididu divulgar os nomes dos trabalhadores “esquecidos”, pedindo que busquem suas carteiras.

Arquivo guarda 1.600 carteirasDivulgação

Casos como o de Antônia Francisco da Silva, de 46 anos, moradora da comunidade Bateau Mouche, na Praça Seca, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, que fez a carteira em abril de 2009, mas só a retirou na última sexta-feira. A explicação dela para a demora é a de que, no final de 2009, durante uma tempestade, a água invadiu a casa onde morava, derrubou paredes e arrastou tudo, inclusive o protocolo de emissão do documento.

No mês passado voltou a um posto do Sistema Nacional de Emprego da Setrab e foi informada de que, mesmo sem o protocolo, bastaria a Carteira de Identidade para reaver a caderneta emitida há sete anos. A chefia do Sine encaminhou Antônia para o Setor de CTPS da secretaria e marcou a data para entrega. “Tive muita dificuldade porque, quando voltei ao posto, não tinha o protocolo. De lá para cá trabalhei sem assinar a carteira, mas, no início deste ano consegui uma vaga e voltei a tentar fazer a carteira. Mas estou muito feliz porque preciso dela na nova função”, explicou Antônia.

Quem solicitou, mas não buscou o documento, deve ir ao endereço Avenida Nilo Peçanha, 50, 33º Andar, Centro, com o protocolo em mãos ou identidade.

A nova carteira é emitida por meio de um Sistema Informatizado que permite a integração nacional dos dados, impedindo as emissões em duplicidade. Além disso, também forma um banco de dados do trabalhador que contém informações dos dados da qualificação civil e outros complementares como endereço, número do CPF, do Título de Eleitor, da CNH, fotografia, impressão digital e assinaturas digitalizadas e nº do NIS/PIS.

A secretaria emitiu este ano cerca de 30 mil carteiras, segundo a Base de Dados do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS). Os números mostram que de 2007 até 2013 houve crescimento, passando de 78 mil para quase 212 mil documentos. A partir de 2013 a emissão teve redução. Em 2014 foram emitidas cerca de 150 mil.

Últimas de _legado_Opinião