Por felipe.martins, felipe.martins
Rio - A fama do Carnaval carioca atrai centenas de milhares de visitantes todos os anos.Quando Wilson Dias da Costa Neto, Rei Momo de 2016, receber logo mais as chaves da cidade, o Rio iniciará oficialmente período durante o qual os olhos do mundo todo estarão voltados para cá. Por essa razão, o cuidado e a atenção precisam ser redobrados.
Não pode haver salvo-conduto para excessos nem tolerância com a desordem. É justamente neste período que os serviços públicos são mais exigidos, da limpeza urbana à rede de saúde, do ordenamento do trânsito ao controle de ambulantes.
Publicidade
São bem vindas operações da Lei Seca dia e noite, repressão contra mijões, vigilância nas estradas e patrulhamento em blocos. Simples ações que evitam maiores aborrecimentos, como acidentes fatais e desordem e violência nos cortejos.
Carnaval sem sufoco é um chamariz para a cidade, que tem muito a ganhar se souber gerir a folia. É garantia de turismo sempre.