Fernando Scarpa: Cangurus, asnos e Olimpíada

Paes é brincalhão, esquece que é prefeito e fala como carioca descolado, tirando onda. A mídia caiu de pau

Por O Dia

A semana vai terminar com o início dos Jogos Olímpicos. É grande a expectativa, acompanhada do medo. Os últimos acontecimentos mundo afora não são fáceis de digerir, o terrorismo assusta, por mais otimistas e brasileiros que sejamos. Apesar da distância dos atentados, a mídia traz proximidade e sabor de terror para quem vai ao Maracanã. Inevitável, os tempos não sinalizam paz. Eduardo, como anfitrião, que tem sobrenome com o mesmo som da palavra, já atentou contra a Austrália não trazendo ‘Paes’ para os atletas.

O rapaz é brincalhão, esquece que é prefeito e fala como carioca descolado, tirando onda com as delegações. A mídia caiu de pau, estrangeiros não entenderam a ‘sacaneada’. Viajandão, prometeu canguru na porta da Austrália, e o carioca, em resposta, queria enviar um asno para ele.

Que as obras não estariam prontas a contento, já era de se esperar — ou não estaríamos no Brasil, em pleno Rio. Nós sabemos a realidade, nossos hóspedes imaginam, mas creio que esperavam algo melhor. Alguns defendem o inacabado dos apartamentos se compensando com a infelicidade alheia de que no Reino Unido, na última Olimpíada, não havia água quente para os brasileiros.

O ritmo da semana será frenético, vem carregado da passeata de ontem: é Olimpíada com protesto contra e a favor do STF, Impeachment de Vana, o cenário é pesado. Quem está no poder não quer largar, vende a ideia de que sem o PT no poder não há vida, e só a gestão deles é bem talhada para nós, brasileiros. O PT quem sabe das nossas vidas e dos nossos desejos, nós não! Eles quem dizem quem somos, o resto é golpe! “O impítimam é gópi”, nem adianta contestar! O ‘mantra’ é forte, porém não maior que os favoráveis à saída de Vana. O “Fora, Temer!” enfraqueceu, é vontade da maioria, disse a multidão nas ruas!

Aconteça o que acontecer, sexta-feira é a abertura oficial da Olimpíada, rezemos para que a paz reine e o ânimos dos perversos, terroristas, baderneiros e meliantes de toda índole encontrem calma, tocados pela beleza do esporte, torcendo pelo nosso Brasil ávido de vitórias, esgotado de derrotas!

E Anitta? Por favor, cante como nunca em sua vida para que não passemos vergonha! Está na sua mão, melhor, na sua voz!

Fernando Scarpa é psicanalista

Últimas de _legado_Opinião