Por thiago.antunes

Rio - A Guarda Municipal vai inovar no atendimento aos turistas. Um grupo de agentes usará braçadeiras com frases em que oferecem a ajuda em cinco idiomas diferentes: alemão, inglês, francês, espanhol e italiano.

Inicialmente, a equipe terá 19 agentes, mas outros 21 estão em fase de conclusão do curso de especialização para atuar em grandes eventos. O primeiro lugar de apoio será o Corcovado. Mas, durante a Jornada Mundial da Juventude, eles vão ficar em pontos estratégicos.

Além dos idiomas%2C os agentes da Guarda estudaram o comportamento de visitantes de outros países%2C para um atendimento mais personalizado Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Numa segunda etapa, que só vai ser concluída no final do ano, os agentes ficarão também no Pão de Açúcar, na Rodoviária Novo Rio e nos aeroportos Santos Dumont e Internacional Tom Jobim.

Além de aulas de inglês experimental, a primeira turma que vai para as ruas — todos do Grupamento de Apoio ao Turista (GAT) — estudou o comportamento de visitantes de vários países.

A proposta é permitir que o atendimento fique mais personalizado, através do conhecimento de peculiaridades de outras culturas. O curso durou um mês e meio.

Diversidade

“É preciso entender a diversidade, como age o turista africano, o europeu, o americano. E, para que isso fosse possível, fizemos parcerias com a Riotur e o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (Bptur), para ganharmos experiência. Imagine o quanto é mais tranquilo chegar em um lugar e saber que tem um agente de segurança que fala seu idioma?”, comentou o comandante da Guarda Municipal, Leandro Matieli.

Braçadeiras em alemão e francês perguntam%3A ‘Posso ajudar%3F’. Turistas terão auxílio de agentes qualificadosUanderson Fernandes / Agência O Dia

À exceção do inglês — que teve aulas de reforço —, as demais aulas de línguas já faziam parte do currículo pessoal de cada agente.

Depois que todo contingente do GAP, que é de 113 homens, tiver passado pelo curso, será a vez dos outros guardas. Cerca de 40% da tropa, atualmente de 7,8 mil agentes, devem fazer a especialização. A formatura da primeira turma será na semana que vem, no Pão de Açúcar.

Pelo menos, duas línguas

Desde o guarda de trânsito até o que o faz remoção de ambulantes, todos estão capacitados em dois idiomas, além do português. “Às vezes, um guarda de trânsito ficava procurando o colega que sabia outra língua. Agora, isso vai acabar”, disse o comandante da Guarda Municipal, Leandro Matieli.

Você pode gostar