Por thiago.antunes

Rio - Pelo menos dois ônibus articulados do BRT Transoeste foram apedrejados na noite de segunda-feira em Santa Cruz. Os ataques aconteceram por volta das 19h na Avenida Cesário de Melo, próximo à Felipe Cardoso, entre as estações de Cajueiro e Curral Falso.

Funcionário repara danos em um dos ônibus atacados na segundaDivulgação

Horas antes das ocorrências, donos de vans haviam realizado um protesto na região, perto de outra estação do BRT, a de Mato Alto. Entretanto, de acordo com a 36ª DP (Santa Cruz), onde o caso foi registrado, a autoria dos atos de vandalismo ainda é desconhecida e não há indícios de que motoristas de vans sejam os responsáveis.

A Polícia Civil informou ainda que aguarda testemunhas que possam colaborar com as investigações.

Segundo o consórcio operador do BRT, durante a manifestação das vans em Mato Alto não houve depredações e o funcionamento da estação não foi afetado.

O presidente do SinditransRio (que representa vans de transporte alternativo), Hélio Gringo, disse que nenhum dos três sindicatos do setor participou da manifestação.

No Terminal Alvorada, estação final do BRT Transoeste na Barra, a prefeitura começou a fechar a área onde seis quiosques serão retirados até quinta-feira. Os comerciantes reclamam que não terão onde trabalhar até que o shopping que será construído no local esteja pronto.

A Rio Ônibus, administradora do local, informou que eles receberão quiosques no centro comercial e que a remoção é necessária para a obra. Erli Gomes, um dos lojistas, disse que havia acordo para que eles ocupassem outro lugar durante a obra.

Você pode gostar