Por thiago.antunes

Rio - O pastor Luís Carlos, vice-presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (Adud), presidida por Marcos Pereira, preso por estupros e coação, emitiu nota oficial em defesa dos fiéis Lúcio Oliveira Câmara Filho, de 52 anos, e Daniel Candeias da Silva, de 29, capturados quarta-feira.

Ambos são acusados de ameaçar testemunha e suposta vítima de violência sexual de Marcos em 2012.

“Nossos irmãos não são bandidos, nosso pastor não é estuprador e nossa igreja não é uma quadrilha. Nós somos servos de Deus e estamos padecendo como cristãos”, escreveu o pastor Luís Carlos.

Você pode gostar