Por tamyres.matos
Publicado 04/06/2013 15:59 | Atualizado 05/06/2013 00:27

Rio - O agente da Polícia Civil Cláudio Perrota, lotado na 22ª DP (Penha), foi morto a tiros por assaltantes na manhã desta terça-feira. Testemunhas relataram que, para se defender dos bandidos, a mulher do policial, que estava com ele no carro, ainda chegou a pegar a arma dele e atirar contra os criminosos, sem atingi-los.

A mulher está grávida de 3 meses e foi levada para o Hospital Carlos Chagas para observação. O caso aconteceu na Rua Araçoiaba, em Marechal Hermes. O policial levava a mulher para o trabalho quando foi morto com um tiro no rosto. Eles moravam na Rua Gonçalves Dias, no mesmo bairro.

Policial trabalhava na 22ªDP (Penha)Estefan Radovicz / Agência O Dia

De acordo com a polícia, o casal saía de casa quando foi abordado pelos criminosos armados. Ele teria reagido a tentativa de assalto e acabou baleado. Antes disto, os bandidos tinham roubado um veículo Zafira prata e o abandonaram próximo à Favela da Palmeirinha.

Eles roubaram ainda um Fox prata e abordaram o agente, que dirigia um Pegeout preto. Os assaltantes fugiram sem levar nem o carro, nem a arma do policial. No entanto, eles deixaram o Fox nas imediações da Avenida Brasil e ainda roubaram outro carro, um Voyage. Os dois carros abandonados foram recuperados pela polícia.

O caso será investigado pela Divisão de Homicídios (DH).

Colega morto em abril

Em abril, o inspetor da Polícia Civil Hélio de Castro Pinheiro foi morto por bandidos na Rua Canaã, também em Marechal Hermes, quando conversava na calçada. Ele era lotado na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Na hora do crime, ele estava com o sargento da PM Jorge Luís Siqueira da Silva e Peter Palmeira dos Santos, que também foram baleados. Hélio havia sido preso em 2011, acusado de participar da morte do sargento bombeiro Antônio Carlos Macedo.

Na época, o policial era da 25ª DP (Engenho Novo) e vendeu o carro usado no crime. A Polícia Civil informou que Hélio respondia a um procedimento na Corregedoria Geral Unificada.

Você pode gostar