Por cadu.bruno

Rio - Os traficantes presos nesta terça-feira pela Polícia Federal (PF) durante a operação Nações Unidas usavam peixes para transportar a droga para o exterior. De acordo com a polícia, a quadrilha reativou uma empresa para que os peixes fossem exportados à Europa. O entorpecente era misturado entre os sacos de gelo industrial.

Os policiais cumpriram 11 mandados de prisão durante a operação. No total foram denunciadas 17 pessoas pelo Ministério Público Federal pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico, associação para o financiamento do tráfico, lavagem de dinheiro. Dois mandados foram cumpridos em Portugal.

Delegado Paulo Telles revelou detalhes da operação em coletivaPaulo Araújo / Agência O Dia

A droga chegava ao Brasil da Bolívia e Colômbia. Em seguida, era misturada aos peixes e enviada à Europa

Apontado como chefe do grupo, o colombiano Alexander Pareja, 53, é morador da Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Ele foi preso em Divinópolis (MG).
Publicidade
Você pode gostar