Niterói anuncia redução de tarifa de ônibus

Em dia de protesto, passagem cai de R$ 2,95 para R$ 2,75. Manifestantes estão nas ruas reivindicando a libertação de estudantes da UFF presos na segunda-feira

Por O Dia

Rio - O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, também revogou o aumento do preço da passagem do transporte coletivo, nesta quarta-feira, baixando a tarifa de R$ 2,95 para R$ 2,75. A decisão ocorre quando milhares de manifestantes estão nas ruas protestando por melhores condições de transporte, entre outras demandas, nas principais vias da cidade.

Manifestantes reivindicam libertação de estudantes da UFF

Mais de 10 mil pessoas participam da manifestação contra o aumento da passagem no transporte coletivo, em Niterói, nesta quarta-feira, segundo a Nittrans. Os manifestantes tomaram a Praça Araribóia, onde aconteceu a concentração, e marcharam em direção à Avenida Amaral Peixoto, uma das principais vias da cidade. No segundo protesto, os participantes reivindicam a libertação de duas pessoas que foram presas no ato no Centro do Rio, na última segunda-feira, ambos estudantes da Universidade Federal Fluminense (UFF).

O trânsito em Niterói está complicado. As vias do entorno, como as Avenidas Visconde do Uruguai, Visconde do Itaboraí, Barão do Amazonas e as ruas Alcides Figueiredo, Monte Líbano, Áurea Lima e Francisco Cruz, que estão interditadas na altura da Avenida Rio Branco, seguem com fluxo intenso. O objetivo dos manifestantes é chegar a Câmara dos Vereadores, e em seguida, partir para o acesso à Ponte Rio-Niterói. Para o evento, o efetivo que acompanha o protesto é de 350 homens da Polícia Militar e 50 da Guarda Municipal, espalhados na prefeitura, Câmara Municipal e na estação das Barcas.

A prefeitura de Niterói designou uma comissão especial, coordenada pela Secretária Executiva da Prefeitura, Maria Célia Vasconcellos, desde a última sexta feira, para receber representantes da manifestação, desta quarta, sobre o sistema de transportes na cidade.


Últimas de Rio De Janeiro