Por tamyres.matos

Rio - Um dia depois dos protestos que reuniram mais 1 milhão de pessoas nas ruas do país, o Rio de Janeiro vive um momento de apreensão com uma série de boatos espalhados nesta sexta-feira. A página do Twitter da Polícia Militar reservou um espaço para negar diversas informações que estão sendo espalhadas tanto nas conversas corriqueiras quanto nas redes sociais, que tanto serviram à mobilização popular contra os abusos do poder público.

Os principais palcos das manifestações nesta sexta são os municípios da Baixada Fluminense, entre eles Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Belford Roxo, além da Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Comerciantes da região da Taquara preferiram fechar seus estabelecimentos para evitar danos materiais. O mesmo aconteceu no Centro de Nova Iguaçu.

Nas redes sociais%2C especula-se que 1 milhão de pessoas tenham se reunido no Centro do RioEfe

Entre as falsas informações estão um suposto protesto em Ipanema, distúrbios na região da Ponte Rio-Niterói, incêndio em Campo Grande, ataque à shopping da Zona Norte, arrastões no Centro da cidade e confusões em estação do metrô da Zona Sul. A PM negou veementemente todas estas informações, qualificando-as de boatos.

Além disso, a polícia pede para que os cidadãos não espalhem inverdades. "Atenção, não caiam na boataria! Estamos monitorando a cidade e os informes que estão surgindo", afirmou a corporação, através do seu microblog.

Lojas fechadas na Zona Sul

Comerciantes de Ipanema e Copacabana estão fechando as portas e dispensando funcionários por conta de boatos que alertam para atos de vandalismo na região. Em Ipanema, lojas fecharam nas ruas Prudende de Moraes, Aníbal de Mendonça, Farme de Amoedo e Visconde de Pirajá. Em Copacabana, o comércio fechou na Rua Barata Ribeiro.

Não há manifestações previstas para a Zona Sul. Um assessor da Associação de Moradores do Pavão-Pavãozinho informou que não há nenhum ato público da comunidade previsto para hoje.

Bangu fecha as portas do comércio

Segundo policiais do 14º BPM (Bangu), o comércio de Bangu está completamente fechado por conta de boatos sobre uma possível manifestação

Na noite desta quinta-feira, a manifestação pacífica que reuniu pelo menos 300 mil pessoas no Centro terminou em atos isolados de vandalismo.

Você pode gostar