Por thiago.antunes

Rio - Mais de 5 mil manifestantes estão em frente à Prefeitura de Nova Iguaçu, na tarde desta sexta-feira, pedindo por melhoria no transporte público, metrô para a Baixada Fluminense, abertura da maternidade e saneamento básico para os bairros dos município. Com faixas e cartazes, os presentes hostilizaram o prefeito Nelson Bornier. O expediente na sede foi encerrado por volta das 14h.

Os ativistas chegaram a fechar a Via Light por 20 minutos e 50 deles pularam o muro do Cemitério Municipal de Nova Iguaçu, que fica ao lado da sede do governo municipal, e jogaram bombas no local. Houve correria dentro do cemitério e PMs do 20º BPM (Mesquita) interviram, mas o tumulto foi rapidamente controlado.

Entre os presentes, há representantes de entidades LGBT e sindicatos. Poucos usam máscaras e capuz, sendo repreendidos pelos manifestantes. Poucos jovens com máscara e capuz. Quem usa, manifestantes repreendem. Alguns jovens trocaram socos e empurrões entre si, mas a confusão foi rapidamente controlada pelos próprios ativistas.

Por volta das 17h25, um grupo ameaçou ir até a Rodovia Presidente Dutra, mas uma bomba foi lançada e provocou corre-corre. Os manifestantes voltaram a se concentrar na sede do governo municipal.

Você pode gostar